Uma das definições de criatividade é usar coisas novas para executar tarefas antigas. Durante a

Campus Party

eu testemunhei esse paradigma, vendo a idéia criativa de

Frederico Guimarães, da sleducacional.org

, sobre apresentações.

Ele não usou Impress, PowerPoint ou Keynote para fazer sua apresentação. Ele usou o FreeMind.

O FreeMind é um SL Java para criar mapas mentais, que por sua vez são estruturas de tópicos inter-relacionados, úteis para (hehe) mapear idéias e processos mentais. Mapas mentais são excelentes ferramentas para criar, entender e manter idéias complexas. Uso-o frequentemente, quase sempre para iniciar um projeto ou entender melhor um problema.

Ao abrir mão de um software de apresentação e usar o FreeMind, Aracnus queria resolver sua dificuldade com slides, mas acabou criando uma nova forma de apresentar idéias complexas, que simplesmente não cabem em slides. GENIAL!

Agora eu posso mostrar idéias complexas de forma simples e elegante, ao mesmo tempo em que ressalto as relações entre eles!

Só isso já teria valido a visita à Campus Party.

This article is from:

FreeMind liberta o apresentador