Estudando um pouco sobre o texto sagrado dos serviços de TI, “o” ITIL, aprendi que uma das premissas para várias boas práticas é a existência de um

CMDB

, ou Banco de Dados de Gerenciamento de Configurações. Muitas empresas que oferecem soluções no padrão ITIL também oferecem um CMDB. O exemplo que me ocorre no momento é o

Remedy

(como “solução” ITIL) e seu

CMDB Atrium

, ambos da

BMC

.

No mundo do Software Livre os projetos costumam ser mais centrados, vagamento apoiados no conceito fazer coisas simples bem e obter coisas complexas combinando as coisas simples (procurei a citação por uma hora, mas o Google agora acha que eu sou um acadêmico de inteligência de negócios, e não me mostra nada além de BI…)

Isso significa que um projeto de BPMS vai se focar em fazer crescer um BPMS, só. Um projeto de BI Open Source vai se focar em BI Open Source de qualidade, um de suite de escritórios vai querer ser a melhor suite de escritórios do mundo e assim por diante. Dificilmente um projeto que deseje fazer um CMS vai se preocupar em embutir funcionalidades de ETL e Dashboards no próprio projeto, ou um projeto de monitoramento vai reescrever um agendador de tarefas, se pode contar com um pronto como o Quartz.

Assim, é muito pouco provável que o Bonita Open Solution, um BPMS, vá investir em criar um CMDB. Por outro lado, as caraterísticas do Bonita permitem uma integração com praticamente qualquer sistema, tais como CMDBs Software Livre, ou como o OCS Inventory NG.

Logo, se você procura uma solução ITIL que inclua CMDB, reveja seus conceitos. Terá mais chance de sucesso se procurar uma solução BPMS para implementar os processos (e eu recomendo o Bonita Open Solution), e outras soluções para os projetos de suporte.

Visit source: 

ITIL, CMDB e BOS