E quem afirma não é um blogueiro carioca, solitário corredor da orla de Copacabana e questionador das remunerações faraônicas pagas no Brasil, mas sim uma renomada consultoria internacional. Alias, é a mesma consultoria utilizada pelos executivos para embasar reivindicações por aumentos salariais, a velha conversa “estamos fora do 3º quartil”…. Diz a matéria publicada no Valor do dia 15 que só “perdemos” para a Rússia e Índia quando o assunto é remuneração variável nababesca.

Pois bem, e o que dizer da propaganda do encontro anual de lideranças empresariais em Comandatuba? Publicada em página dupla no jornal Valor do último dia 19, a peça publicitária traduz muito bem o momento da nossa vida corporativa: executivos chegando em jatinhos, lanchas, iates e helicópteros, tudo pago direta ou indiretamente pelos pobres acionistas. E as fotos do encontro serão publicadas nas revistas de fofoca expostas nas salas de espera de médicos e dentistas, um perigo, não por conta dos potenciais sequestradores, mas por chamar a atenção das moças casamenteiras.

É o mesmo CEO que utiliza a liminar do mais paulista dos institutos cariocas para afrontar a Instrução CVM 480, por conta do risco de sequestros. Uma verdadeira piada de mau gosto. Alguém tem que avisar para essa turma que quem está sendo sequestrado hoje em dia é o pobre do funcionário da fábrica/escritório na já manjada “saidinha de banco”.

Sr. Acionista: pense bem nisso antes de votar nas assembleias de abril. Que tal propor uma regra estatutária limitando salários de executivos, que não poderiam receber mais do que os pobres acionistas?

“Sonhar não custa nada, o meu sonho é tão real”, já dizia a Mocidade Independente de Padre Miguel.

Abs a todos e uma boa semana,

Renato Chaves

Original post: 

Executivos brasileiros ainda estão entre os mais bem pagos do mundo.